Com rentabilidade histórica, pecuaristas aproveitaram pra investir na melhoria genética do rebanho

Foto: Ilustrativa

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o Diretor da CV Nelore Mocho, Ricardo Viacava, ressaltou que a expectativa é que os preços da arroba voltem a subir em janeiro.

O mercado interno ainda é uma incógnita, mas acredito que as exportações fiquem aquecidas a partir da segunda quinzena de janeiro e contribuam para altas nos preços”, informou.

Apesar das quedas nos preços da arroba no início de dezembro, as referências para o boi gordo registraram valorizações significativas no comparativo anual.

Esse foi um ano que teve uma das melhores remunerações da história, mas a reposição ficou difícil e teve a pior taxa de relação de troca da série histórica nos últimos cinco anos”, destacou.

Com relação à rentabilidade, o pecuarista relata que houve uma melhora substancial na remuneração quando a conta é feita utilizando insumos comprados previamente. “Dependendo do sistema de produção, a cria está dando resultados muito positivos neste ano. Nós precisamos encurtar nosso ciclo de reprodução para garantir mais retorno financeiro dentro da fazenda”, afirma.

Fonte: Noticias Agrícolas

>>AnteriorMT registra mais de mil novos casos de Covid-19 e 9 mortes nas últimas 24 horas
Próxima>>Preço do milho encerra a semana acumulando altas no Brasil

Comente essa matéria

Comente:
Digite seu nome