Lucas do Rio Verde se prepara para receber vacinas contra Covid-19

Imagem Ilustrativa

Lucas do Rio Verde deve receber nos próximos dias 480 doses de vacinas contra a Covid-19. O primeiro lote da vacina Coronavac, com 126.160 doses, chegou no Estado na noite desta segunda-feira (18). O município receberá as doses através da Regional de Sinop e seguirá o Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 em Mato Grosso.

O planejamento de vacinação do município obedecerá a determinação de grupos prioritários do Governo Federal, sendo contemplados na primeira fase da vacinação, de acordo com o direcionamento do Ministério da Saúde, trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, pessoas idosas com 60 anos ou mais que vivem em asilos e/ou instituição psiquiátricas, povos indígenas vivendo em aldeais e população acima de 75 anos.

Conforme a Secretaria de Saúde, a prefeitura dispõe em estoque todos os insumos fundamentais para aplicação, como seringas, agulhas, luvas, algodão, e o protocolo municipal deverá ser a imunização, neste primeiro momento, dos profissionais de saúde em seus locais de trabalho.

Nós já temos um plano de ação do município iniciando pelos profissionais que estejam preferencialmente atuando na linha de frente do combate à pandemia, que atuam no pronto atendimento e no hospital, e assim sucessivamente aos demais profissionais que estejam diretamente vinculados ao combate ao coronavírus. Nesse primeiro momento serão imunizadas 480 pessoas e aguardamos ainda o envio da segunda dose”, esclareceu a secretária de Saúde, Fernanda Heldt Ventura.

A organização da vacinação prevê ainda outras três fases. Na Fase 2 de vacinação estão previstas as pessoas com idade entre 60 e 74 anos. Já na Fase 3 serão contempladas pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença (diabetes, obesidade grave, câncer, doenças renais crônicas, pulmonares, cardiovasculares e cerebrovasculares, entre outras). E na Fase 4 serão contemplados professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, no último domingo (17), os pedidos de autorização emergencial das vacinas Coronavac, feita pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), junto a Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca.

Sobre as medidas de prevenção e restrição que devem continuar mesmo com a chegada da vacina aos municípios, o prefeito Miguel Vaz destacou que “o decreto publicado pelo Estado vem com um pouco mais de restrições do que o documento municipal publicado há poucos dias, mas a proposta é aderir à determinação estadual, olhando inclusive para a taxa de ocupação dos leitos de UTI que continua alta, por isso é muito importante que estejamos atentos e que sejam aplicadas as determinações do Estado”.

Fonte: Ascom/Prefeitura Lucas do Rio Verde

 

>>AnteriorEquipes da Educação e Saúde da Prefeitura de Lucas do Rio Verde discutem o retorno às aulas
Próxima>>Campanha de doação de sangue acontece neste sábado (23)

Comente essa matéria

Comente:
Digite seu nome