Na véspera de Natal, juíza é assassinada a facadas pelo marido na frente das filhas

Foto: Divulgação

A juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, da 16ª Vara de Fazenda Pública do Rio, foi morta a facadas pelo próprio marido, nesta quinta-feira (24), véspera de Natal, em um condomínio localizado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O assassinato ocorreu a céu aberto, na frente das filhas pequenas do casal: duas irmãs gêmeas de 9 anos e uma outra de 12.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível escutar os gritos das meninas diante da cena e os apelos para que o homem parasse de esfaquear a mãe.  De acordo com informações da Polícia Civil, o autor do crime já tinha sido denunciado pela própria Arronenzi, em setembro deste ano, por prática enquadrada na Lei Maria da Penha. Na época, a juíza chegou a contar com escolta de dois carros de segurança, mas depois de um tempo assinou um termo dispensando a proteção.

Equipes de perícia foram acionadas para Rua Raquel de Queiroz, onde o crime aconteceu, e o corpo da vítima foi retirado do local, sendo levado para o Instituto Médico Legal. Agentes da Delegacia de Homicídios isolaram a área e o homem foi preso.

Fonte: Rádio Tupi

>>AnteriorPresidente sanciona nova Lei de Falências
Próxima>>Em pronunciamento, Bolsonaro destaca ações contra covid-19

Comente essa matéria

Comente:
Digite seu nome